Fetiches

Smoking Fetish: Sexo e Fumo

Alessandra Amaral
Escrito por Alessandra Amaral em 08/09/2013
Smoking Fetish: Sexo e Fumo

O que você diria sobre o fato de fumar enquanto está fazendo sexo? Já pensou nessa possibilidade antes? Pois bem, se para a maior parte das pessoas fumar é algo condenável e até repugnante, para muita gente uma pessoa que fuma é mais atraente, e passa uma imagem de sedução, autonomia, independência, poder.

O fetiche por fumantes (internacionalmente chamado de “smoking fetish”) é um fetiche muito comum em todo o mundo. Como qualquer fetiche, é predominantemente masculino, mas também existem mulheres que sentem atração por homens fumantes, e o fetiche também é popular na comunidade GLS. Esta prática consiste em combinar fumo e sexo num mesmo ato. A mulher, por exemplo, pode ajoelhar-se diante do parceiro e praticar sexo oral. Em intervalos regulares, pode fumar e soltar baforadas na área genital do homem ou mantê-la ainda na boca, realizando brincadeiras criativas com fumaça.

As pessoas que tem o smoking fetish nem são fumantes e as causas para esta atração podem ser as mais diversas (pai e mãe que fumavam e eram ligados a sensação de prazer da criança, alguma figura feminina ou masculina que marcou a infância, a simples beleza dos gestos e da fumaça, ou no caso de fetichistas fumantes, uma extensão da excitação obtida quando se começa a fumar.Não há estudos que indicam alguma relação quimica ou neurologica da nicotina com a libido.

O fetiche por fumantes se revela de varias formas e intensidades. Algumas pessoas acham elegante, casual ou provocante outra pessoa que fuma, sem sentir, porém, uma excitação sexual no sentido estrito do termo. Por outro lado, há pessoas que gostam e enxergam na fumaça um sentido de dominação e submissão. Há pessoas que sentem verdadeiro tesão quando fumam, ou que tem muita vontade de fumar quando estão sexualmente excitadas.

Muitos dos fetichistas (principalmente mulheres) se sentem extremamente sensuais e provocantes fumando. E de um modo geral, todas as pessoas que tem o fetiche gostariam de fazer sexo fumando ou com um parceiro que fume durante o ato sexual.

Beijo de Fumaça

O beijo de fumaça é uma das formas mais eróticas e excitantes de usar o cigarro no sexo. Para receber, basta beijar normalmente e inspirar a fumaça que a outra pessoa sopra em seus lábios. Para dar um beijo de fumaça, você só precisa dar uma boa tragada com todo o estilo possível e soprar a fumaça suavemente nos lábios da outra pessoa ou ao redor deles. Há um fator psicológico de provocação, quando isso é feito de forma suave ou de dominação e sadomasoquismo, quando você capricha na quantidade de fumaça e “obriga” a pessoa a respirar o que vem de você.

Banho de Fumaça

Uma variação sobre a mesma técnica, altamente acariciante, é o banho de fumaça, em que você dá uma tragada generosa e suavemente sopra a fumaça no corpo da outra pessoa. Além da ligeira sensação táctil, equivalente à do famoso “cheiro no cangote” e capaz de causar arrepios, a fumaça também tem a presença do visual: ela toca o corpo e fica parcialmente retida na pele, subindo aos poucos. Envolve a pessoa, simbolizando posse, controle e dominação, o que é ainda mais reforçado se você masturbar o(a) seu(sua) parceiro(a) enquanto cobre ele(ela) com sua fumaça.

Sopro de Fumaça

Uma variação interessante é encher a boca de fumaça sem tragar, encostar os lábios na pele da pessoa e empurrar a fumaça lentamente com a língua, com o cuidado de desviar a respiração sua ou dele(dela). A fumaça permanecerá densa sobre a pele, esvaindo-se aos poucos, ou você pode sugá-la rapidamente.

A origem desse desejo pode ter como causas diversos fatores. Os primeiros cigarros de uma pessoa podem ser extremamente excitantes por se estar fazendo algo diferente, secreto, proibido, restrito ao mundo adulto e muito visual — dessa adrenalina toda pode surgir também excitação sexual, com sensação de prazer e auto-admiração. Ou, se você tiver reconhecidamente um fetiche por fumantes, a inspiração sexual pode surgir por você imaginar a companhia de alguém que fuma, ou a sua própria imagem de poder por estar fumando.

E então? O que achou desta ideia?

Texto extraido/adaptado do site A Arte de Fumar

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *