Sexo

Mapa do Prazer: quais são as zonas erógenas da mulher?

Alessandra Amaral
Escrito por Alessandra Amaral em 29/09/2018
Mapa do Prazer: quais são as zonas erógenas da mulher?

Já ouviu falar em Zonas Erógenas?

Então vamos fazer um pequeno teste…

Sabe quando seu parceiro toca naquele ponto que você ama e te deixa toda arrepiada?

Provavelmente esta é uma área de alta sensibilidade em seu corpo e que chamamos de Zona Erógena. Ou seja, uma “área erótica” com muitas terminações nervosas e que nos proporcionam grande prazer.

Neste artigo vamos explorar um pouco mais este assunto. Aqui você irá conferir os seguintes tópicos:

  • O que é Zona Erógena;
  • Por que as mulheres sentem de forma diferente;
  • Quais são as Zonas Erógenas da mullher;
  • Como tirar melhor proveito de cada uma das Zonas Erógenas.

Pronta para novas descobertas? Então vamos lá…

O QUE É ZONA ERÓGENA

Falando de um modo geral, todas as áreas do corpo são erógenas, seja no homem ou mulher.

Mas entende-se por Zona Erógena as partes do corpo onde o toque pode causar excitação sexual.

Estas áreas são particularmente sensíveis ao toque, porque são ricas em extremidades nervosas.

Convém lembrar que zona erógena não se limita a região íntima, ela pode se estender (literalmente) da cabeça aos pés. Podemos considerar a pele toda como uma grande zona erógena, que pode ser excitada de diferentes maneiras.

QUANTAS ZONAS ERÓGENAS NÓS TEMOS?

A maioria das pessoas acha que as mulheres possuem inúmeras zonas de prazer enquanto os homens tem seu prazer todo concentrado no pênis.

Puro engano!

Para a ciência, e na prática, ambos possuem os mesmos pontos de prazer com algumas pequenas diferenças. Estudos científicos recentes relatam que a resposta sexual segue essencialmente o mesmo padrão em ambos os sexos.

Claro que isto é relativo, pois cada pessoa tem sua preferência e o único jeito de descobrir isso é explorando o corpo.

Na verdade o grande gerador de emoções é o cérebro. É ele que consegue definir as zonas erógenas, aumentando ou diminuindo o prazer causado por cada estímulo.

Por isso é que a excitação depende muito da situação que as carícias acontecem e também a interpretação que o nosso cérebro dá.

Isso explica porque algumas áreas são excitantes para uns, enquanto que para outros não há nada de interessante.

E mesmo sabendo que homens e mulheres tem, praticamente as mesmas zonas de prazer…

POR QUE AS MULHERES SENTEM DE FORMA DIFERENTE?

Zonas Erogenas

Elas reagem diferente porque não tem a mesma intimidade com o prazer e sexo do que eles. Quer saber as principais diferenças entre os dois sexos neste quesito?

Para a mulher:

  • O comportamento e educação sexual feminina é formado durante a infância e juventude, pelos pais e cultura social;
  • O aprendizado sexual das mulheres não se restringe ao genital;
  • As mulheres desenvolvem suas habilidades para outras áreas menos óbvias;
  • Elas só ficam excitadas depois de avaliarem se o parceiro vale a pena;
  • Em relação ao orgasmo, o sexo feminino leva em média de 15 a 20 minutos para entrar no clima sexual.

Depois de ficar completamente excitada é que a mulher consegue ter uma penetração muito mais prazerosa. É por isso que as preliminares são sempre importantes para o orgasmo feminino e não devem ser encaradas apenas como um rápido “aquecimento”.

Para o homem:

  • O aprendizado sexual é basicamente centrado no pênis. 
  • Eles agem como reflexo (ficam excitados só de olhar, por exemplo);
  • No homem, o sangue leva de três a cinco minutos para chegar ao pênis e deixá-lo ereto. Ele tem resposta sexual muito mais rápida.

Agora com base nestes simples detalhes, você pode explorar ainda mais as zonas erógenas de sua parceira e tirar proveito de cada uma delas.

QUAIS SÃO AS ZONAS ERÓGENAS DA MULHER?

Afinal, quais são as partes do corpo da mulher que despertam maior excitação sexual?

Provavelmente já conheça a maioria delas, mas não custa nada relembrar alguns pontos.

Como resultado, a descoberta destes  pontos incendiários é que será o grande barato.

Além de ser um ótimo passatempo, também serve para que a mulher conheça ainda mais o seu corpo.

Confira agora o Mapa do Prazer Feminino.

OUVIDO

Como falamos anteriormente, o cérebro é órgão que comanda todas as emoções e sensações.

Na mulher, a excitação começa primeiro na mente. Sabendo disso, o homem pode usar e abusar de palavras, provocações, sussurros e outros artifícios para estimular a parceira.

Por outro lado, lambidas e mordidas no lóbulo da orelha também são gatilhos extremamente poderosos. Foco neles!

PESCOÇO

Eis uma região que provoca arrepios na maioria das mulheres.

É o tipo de carícia poderia se chamar “chave-mestra para corpos fechados”, pois não há quem resista um belo chamego no pescoço e atrás da orelha.

O que conta nestas regiões é a imaginação. As duas regiões já são sensíveis ao toque, mas com o beijo a sensação é potencializada.

Então comece na base da nuca e vá subindo com beijos até a orelha. Até um leve respirar nesta região faz toda a a diferença.

Para atiçar mais ainda a vontade, o homem pode percorrer o caminho com a ponta da língua.

BOCA

Você sabia que um beijo de língua bem dado estimula o mesmo número de terminações nervosas do que tocar o clitóris?

Exatamente! Saber beijar bem é um diferencial.

Definitivamente você deve caprichar na pegada, pois isto já pode deixar a parceira pronta para o sexo. Experimente mesclar lambidas no lábio superior com mordidas no inferior.

Claro que lambidas no canto dos lábios ou mordidas no queixo também surtem bons efeitos.

E não esqueça da respiração ofegante. Isso indica ao cérebro que você está irresistivelmente atraente, tanto que está deixando o parceiro (a parceira) sem fôlego.

SEIOS

Você sabia que estímulos nos seios ativa no cérebro a mesma área acionada por toques na vagina?

Esta região pode ter suas sensações aguçadas através das mãos, dentes, lábios, língua e (porque não) até com o pênis.

Mas lembre-se: sempre com muito cuidado, pois é uma região super sensível!

Se quiser ir além das carícias, experimente um prendedor de mamilos, por exemplo. Este acessório aperta levemente a ponta dos seios, proporcionando sensações incríveis e diferentes.

Ou pode realizar massagens com geis e óleos nos mamilos. A sensação na pele é absolutamente incrível! Vale a pena experimentar.

BRAÇOS E MÃOS

Pode não parecer, mas boa parte das terminações nervosas estão concentradas no dorso das mãos e laterais dos braços.

A princípio, o toque suave ocasional ou até mesmo uma massagem sensual proporciona sensações extremamente agradáveis nesta região.

Também não despreze o poder de um abraço. Esta é a forma mais simples de liberar oxitocina, o hormônio do amor e da felicidade, trazendo diversos benefícios para o corpo e para a mente.

PERNAS E PÉS

Enquanto o lado erótico está concentrado no pênis para o homem, na mulher podemos considerar da cabeça aos pés.

Se o homem souber usar corretamente suas habilidades, poderá esquentar mais o clima com carícias nos pés ou interior da coxa.

Além disso, beijos e lambidas nessa região também são muito bem vindas!

Outra dica bem interessante é usar cápsulas vibratórias para estimular a região, principalmente próximo à virilha.

CLITÓRIS

Com cerca de 8 mil terminações nervosas (praticamente o dobro de terminações da glande do pênis), o clitóris é o ponto de maior prazer no corpo feminino e supera todas as outras áreas em potencial erótico.

Ele merece atenção especial, pois é o único órgão do corpo humano dedicado inteiramente ao prazer.

Ao chegar no clitóris, passe a língua, chupe gostoso, mas não morda (a não ser que ela peça). Essa região, se for machucada, acaba com todo o prazer da mulher.

Logo, delicadeza é essencial.

Depois dê uma espiadinha neste outro artigo para complementar sua leitura: Conheça sua Vagina.

PARA AMPLIAR O MAPA DO PRAZER

Para melhorar a qualidade do sexo é muito importante conhecer o próprio corpo e fazer dele um estimulante poderoso.

Confira algumas dicas interessantes que você pode colocar em prática hoje mesmo!

Masturbação

Conheça as zonas erógenas que mais dão prazer! Isso irá exigir que alguém coloque a mão na massa, ou seja, podemos começar por você mesmo.

A masturbação é um excelente exercício para explorar a sensibilidade do corpo, mas pode ser melhor ainda se for a dois.

Então faça desta prática, uma deliciosa preliminar como a técnica da Kunyaza.

Preliminares

Carícias, massagens, brincadeiras com acessórios e outros jogos eróticos são perfeitos para estimular as zonas erógenas.

Com isso, o casal tem mais tempo para explorar o corpo um do outro, aumentando a intimidade e novas descobertas.

Por isso, invista MUITO nas preliminares. Elas são a chave para o prazer!

Variações

Uma dica para aproveitar ao máximo o potencial das zonas erógenas é combinar estímulos de diferentes áreas simultaneamente.

Um exemplo bem prático é estimular o clitóris durante a penetração. Isso pode intensificar e facilitar o orgasmo.

Outra sugestão é acariciar os seios enquanto pratica o sexo oral e assim por diante.

Diálogo

Se o parceiro ainda não estimula as zonas erógenas de forma satisfatória, que tal passar as “coordenadas” por meio de sugestões ou dicas descontraídas?

A princípio, diga onde e como mais gosta de ser tocada. Depois ensine os pontos mágicos do seu corpo e conduza a mão (boca ou língua) do outro até as suas áreas mais sensíveis.

E agora que você já sabe todas estas deliciosas informações, que tal brincar de Mapa de Prazer?

Dessa forma, o homem pode ser o Explorador, enquanto a mulher é o grande mistério a ser desvendado.

Em suma, prepare boca, dedos, géis e acessórios, um local bem tranquilo e muita disposição, pois a partir de agora temos uma missão pela frente.

Agora conte aqui pra gente:

O que você achou deste texto e todas estas dicas? Deixe seu comentário contando o que pode ser acrescentado neste texto.

E não deixe de compartilhar este conteúdo com suas amigas!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Replies to “Mapa do Prazer: quais são as zonas erógenas da mulher?”

Paula Rodrigues

amei a matéria

Alessandra Amaral

Ficamos muito felizes com seu feedback, Paula! Sua opinião é muito importante para nosso blog. Venha sempre nos visitar! Um super beijo.