Saúde

Maiores causas da falta de desejo masculino

Alessandra Amaral
Escrito por Alessandra Amaral em 06/02/2017
Maiores causas da falta de desejo masculino

Você tem percebido seu parceiro com pouca vontade para o sexo?

Ou seu desempenho sexual não é mais como antes?

O sexo masculino é conhecido como um gênero viril e com o tesão pronto para ser ativado com o menor estímulo.

Porém é muito frequente a falta de desejo nos homens, assim como acontece com as mulheres. E você sabe que isto não é bacana.

Na verdade, esta falta de libido é um problema menos comum nos homens. Geralmente o que ocorre na grande maioria são problemas relacionados a disfunção erétil.

Ou seja, quando existe a excitação, mas a ereção não é concluída de forma satisfatória. Nestes casos é necessário averiguar se são causas físicas ou psicológicas.

O QUE É LIBIDO?

A libido é aquela sensação de prazer causada pelo instinto e está relacionada à atração entre duas pessoas.

É todo aquele interesse que leva às vias de fato e à preservação da espécie através da consumação do ato sexual. A libido é, portanto, inerente à vida por ser uma energia vital para o ser humano e seus relacionamentos.

Em suma, é a vontade de fazer sexo!

O QUE INTERFERE NO DESEJO SEXUAL?

O que causa falta de desejo sexual podem ser vários, entre os quais podemos citar medicamentos, fadiga, ansiedade, problemas de relacionamento ou até mesmo baixos níveis sanguíneos de testosterona.

Muitos homens que percebem esta baixa em sua libido e, mesmo assim, não buscam ajuda médica e nem se abrem com suas parceiras.

Geralmente isso acontece por vergonha e preocupação sobre sua real masculinidade. Evitando resolver o problema ou por acreditar se tratar apenas de algo passageiro, o homem adia uma situação que pode não passar se não for tratada.

Dependendo da causa, os médicos podem sugerir aconselhamento psicológico, prescrever um medicamento diferente ou recomendar terapia de suplementação de testosterona.

QUAIS SÃO OS FATORES MAIS COMUNS DA FALTA DE DESEJO?

Andropausa

A andropausa ou distúrbio androgênico do envelhecimento masculino pode ser uma das causas que explica a falta de desejo masculino.

De fato, esta fase ocorre entre os 40 e 55 anos quando os homens passam a se sentir diferentes com sintomas semelhantes à da menopausa da mulher (exceto a interrupção da menstruação, obviamente).

Logo, nesse período há uma baixa no nível de testosterona no organismo, reduzindo assim a produção de espermatozoides e geralmente reduzindo o apetite sexual.

Redução da testosterona

Outros problemas além da andropausa podem levar à redução da produção do hormônio testosterona, como a ingestão de alguns medicamentos.

Se essa redução anormal for detectada pelo médico, é possível resolver facilmente a questão com o consumo via oral de medicamentos prescritos de reposição dos hormônios, adesivos para a pele ou injeção intramuscular.

Alcoolismo e outras drogas

O excesso de consumo de álcool e a ingestão constante da bebida, principalmente quando leva ao alcoolismo, pode causar a falta de desejo masculino.

O mesmo ocorre com o consumo de algumas drogas poderosas, como a cocaína. Esse consumo de drogas lícitas e ilícitas pode afetar tanto a mente do usuário quanto seu organismo, inibindo um desejo latente.

Em alguns homens, o efeito pode ser o oposto e levar a uma excitação exagerada, mas isso varia de pessoa para pessoa.

Anemia

É raro, mas a anemia quando o homem tenha tido hemorragias pode levar à falta da libido masculina. Pode ser resolvido com a melhora do quadro anêmico e incentivo da parceira.

Hipertireoidismo

O hipertireoidismo está diretamente ligado à produção de hormônios da tireoide. Essa disfunção faz com que a glândula pituitária produza o hormônio prolactina em excesso, alterando os níveis de desejo sexual para baixo.

Obesidade

Bem, não são somente as mulheres que se preocupam com a aparência!

Igualmente, os homens também gostam de estar em forma para desempenhar suas funções sexuais de forma mais satisfatória e ter uma performance ágil e máscula na cama.

No caso de homens que engordam muito, esse desempenho na cama pode ser comprometido pela lentidão dos movimentos e gerar uma falta de desejo sexual. O problema pode ser resolvido com a perda de peso.

Medicamentos

Alguns medicamentos receitados pelo médico como alguns tranquilizantes e antidepressivos podem levar a consequências e efeitos colaterais como a falta de desejo masculino.

Logo, assim que o medicamento for interrompido, o apetite deverá retornar ao estado natural normalmente.

Diabetes

Algumas doenças mundiais como a diabetes podem contribuir para a falta de desejo masculino. Isso ocorre pela falta de disposição e energia para desenvolver atividades no dia a dia, inclusive dar continuidade à vida sexual, e muitos acabam deixando de lado a prática.

Depressão

Homens e mulheres sofrem depressão constantemente, isso não é novidade para ninguém. A depressão pode estar relacionada a mil e um fatores subjetivos do indivíduo.

E convenhamos, a maioria dos homens, quando acometido pela depressão, não assume seu próprio estado.

Por isso é muito importante que a parceira, amigos ou familiares percebam o problema, orientem-no e acompanhem-no a um psicólogo para que o desconforto e mal estar mental seja rapidamente resolvido.

Estresse

O estresse, assim como a depressão, é um problema mundial. Com a vida urbana agitada, responsabilidades e problemas do dia a dia, parece impossível se manter uma pessoa zen.

De fato, o estresse acomete muitos homens e geralmente está vinculado ao excesso de trabalho ou outros problemas profissionais.

O estresse é uma das causas que mais atrapalha os homens nas relações sexuais, pois além de reduzirem o apetite sexual, comumente levam à impotência.

Fadiga

O cansaço, tanto físico quanto mental, também está entre as maiores causas da falta de desejo masculina. Mais da metade dos homens apontam esse motivo como o primeiro da lista.

Homens que costumam estar sempre atarefados, ansiosos e cansados perdem o desejo sexual.

Tirar umas férias fora de época para descansar e renovar as energias pode resolver o problema.

Homossexualidade reprimida

E não podemos descartar esta possibilidade, afinal isto é possível de acontecer.

Muitos homens podem ter uma homossexualidade reprimida, não tendo se descoberto ainda ou não aceitarem sua orientação sexual permanecendo enrustidos.

Deixar de sentir atração por mulheres é muito comum nesses casos, porém, se o desejo não aparecer nem em homens, o problema pode ser outro.

Problemas com a parceira

A falta de desejo da própria parceira pode repercutir na falta de desejo masculino, por consequência. Neste caso, vale conversar entre si e achar uma solução em conjunto.

Veja, bem, a rotina sexual também é um fator que leva o homem a perder libido. Isso geralmente ocorre em relações duradouras e por isso é fundamental esquentar o relacionamento com jogos sexuais ou locais inusitados.

Deixe o tabu de lado e crie situações sexuais interessantes que instiguem a libido, pois em quatro paredes tudo é válido.

O QUE FAZER PARA RESGATAR O DESEJO SEXUAL?

“Ok, as explicações foram válidas. Eu amo minha mulher, mas ainda assim perdi o desejo. O que faço para resgatar isso?”

Resgate primeiramente o carinho, cumplicidade, o toque na pele e principalmente o beijo!

Pode ser que você tenha perdido o jeito de se aproximar sexualmente e afetivamente de sua parceira. Afinal, muitas vezes nos vemos mais preocupados com filhos, trabalho, dificuldades financeiras e até mesmo na própria comunicação com o outro.

Pode parecer lugar comum, mas pequenos gestos e atitudes como uma viagem a dois, auxiliar em tarefas domésticas, tomar banho juntos ou fazer uma massagem fazem uma diferença incrível na relação.

O desejo dela será um afrodisíaco para você. O que tem que ser feito é dar o primeiro passo para reativar a vida sexual de vocês dois.

E SE NÃO HOUVER MAIS O MESMO DESEJO SEXUAL?

Bem, nestes casos o ideal é buscar um especialista em sexualidade, pois nada substitui uma boa avaliação clínica para um bom diagnóstico e tratamento.

Todas as causas psicológicas citadas acima podem ser tratadas com terapia, e geralmente a falta de desejo leva de médio a longo prazo para ser sanada por completo.

Em certos casos que envolvem a parceira, é indicada a terapia de casal e as causas físicas podem ser resolvidas com medicamentos e outros tratamentos orientados pelo especialista.

Saiba que uma avaliação bem feita levará em consideração a sua individualidade. Assim você poderá identificar os obstáculos que têm interferido na sua vida sexual.

A sua vida sexual agradece!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *