Saúde

Você sabe o que é Anorgasmia?

Anorgasmia é a dificuldade de obtenção do orgasmo, está entre uma das maiores queixas relativas a vida sexual, juntamente com a falta de desejo sexual.

No entanto, a anorgasmia feminina ocorre quando temos uma ausência persistente ou recorrente de orgasmo durante uma relação sexual ou masturbação se isto ocorrer quando houve uma evolução normal das fases de resposta sexual anteriores. Ou seja, considera-se anorgasmia feminina quando a pessoa sente-se desejosa e excitada para a relação sexual, mas não consegue atingir o pico de excitação de forma tal que a relação torna-se desagradável e este problema ocorre frequentemente afetando sua vida pessoal.

Como se caracteriza a Anorgasmia                               

A maior incidência de anorgasmia feminina ou ausência de orgasmo é no início da vida sexual, acredita-se que no caso das mulheres a maior dificuldade é a delimitação do que é o orgasmo.

A mulher pode ter diversas concepções equivocadas em relação ao funcionamento do seu corpo, os homens também incorrem no mesmo erro. A relação direta entre ejaculação e orgasmo, por exemplo, é errônea pois um pode ocorrer sem o outro, tanto em homens como em mulheres.

Pouquíssimas mulheres apresentam ejaculação visível ao atingir orgasmo na maior parte dos casos, a ejaculação feminina corresponde apenas a um aumento da lubrificação vaginal.

O orgasmo feminino é genericamente definido como um conjunto de contrações rítmicas da musculatura pélvica que traz uma sensação de relaxamento após um período de forte excitação, podendo ou não haver ejaculação. Mas a maneira que cada mulher percebe seu orgasmo pode variar muito, por isso um dos primeiros fatores a ser considerado para diagnóstico da mulher é a sua idade e a experiência sexual.

Esses dados são diferenciais para delimitar se a condição de anorgasmia feminia é adquirida, se já esteve presente ao longo da vida da mulher ou ainda se a mulher não sabe identificar ou estimular seu corpo adequadamente para atingir o orgasmo.

Técnicas para a mulher estimular seu corpo  para o sexo e consequentemente para orgasmos frequentes e até múltiplos, podem ser desenvolvidas se praticadas com devida orientação. Não é considerado anorgasmia quando a pessoa só atinge o orgasmo com fantasias sexuais específicas, ou o contrário, se a pessoa não atinge o orgasmo apenas em determinadas situações específicas.

Os maiores fatores identificados como causadores da anorgasmia feminina são psicológicos. De acordo com os compêndios médicos, só podemos afirmar que é um transtorno orgásmico quando não há outros fatores físicos, como infecções ou inflamações, nem uso de remédios para tratamento de depressão e ansiedade que possam explicar a ausência de orgasmo.  Portanto, outras disfunções sexuais devem ser eliminadas da suspeita médica para avaliação e tratamento.

Como tratar a anorgasmia feminina

Como a anorgasmia feminina é caracterizada por causas psicossociais, dentre elas: dificuldades no relacionamento, baixa autoestima, estresse, ansiedade, falta de conhecimento sobre o funcionamento do corpo, inexperiência sexual, tabus em relação ao corpo, entre outras tantas causas – por isso tratamento é comumente direcionado para intervenção psicoterápica individual ou para o casal quando for o caso. Pode-se dizer que a anorgasmia feminina é uma impotência psicológica.

Antigamente considerava-se que havia dois tipos de orgasmos femininos, o vaginal e o clitoriano, hoje sabe-se que o orgasmo pode ocorrer através da estimulação de qualquer área sensível do corpo. A estimulação através de masturbação antes considerada como maléfica é hoje reconhecida como um diferencial para mulher ter uma relação sexual prazerosa com seu parceiro.

A prática do pompoarismo tem trazido grandes resultados na cura da anorgasmia, os exercícios que a mulher aprende com esta técnica milenar além de fortalecer os músculos pélvicos despertam a libido e o desejo sexual levando a orgasmos intensos e múltiplos. Assim como o Tantra tem sido de grande eficácia na solução de ausência de orgasmo nas mulheres.

Esse tipo de conhecimento e esclarecimento contribui para que tabus e mitos sejam diluídos de maneira que a mulher possa sofrer menos de males como a anorgasmia.

Este artigo foi extraído do site Saúde Sublime – Dicas de Saúde e Sexualidade

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Convido você a visitar nossa página no FACEBOOK e nos acompanhar através do INSTAGRAM.
Diariamente muitas novidades para você!
 
Gostaria de conhecer nossa Loja Virtual e nossas sugestões de produtos?
Entre em contato conosco por um destes números: (11) 94392-4247 
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Sobre o autor

Blog Meus Fetiches

Meus Fetiches Sex Shop On-line. Loja especializada em brinquedos eróticos, vibradores e produtos sensuais, além de dicas e novidades sobre Sexo, Fetiches. Apimente o seu relacionamento!

Adicionar comentário