sexo-selvagem
Dicas de Sexo Sexo

Sexo Selvagem: dicas e truques para deixar ela louca

Muitas mulheres adoram sexo selvagem e fazem questão de ressaltar que amam UMA PEGADA. Mas o que seria esta tal “pegada”? Digamos que é aquele sexo mais ousado que o normal, que tem mais vigor na hora da transa, quando os dois demonstram mais vontade para realizar as mais loucas fantasias.

E por ser algo tão bom é por isso que muitos homens e casais vão atrás de dicas de como deixar o sexo mais selvagem para apimentar a relação. É claro que nem todas as mulheres gostam ou se sentem à vontade fazendo sexo mais selvagem, ainda mais quando existe alguma brincadeira de dominação, por isso é sempre bom conversar com sua parceira antes de partir pra algo mais forte e ficar sabendo o que ela curte e o que ela não gosta tanto.

Leia também:
– Por que as mulheres preferem penetrações profundas?
– Por que gostamos de sexo selvagem?

Mas se for a sua primeira vez com a parceira e vocês ainda não têm a intimidade pra falar sobre isso, experimente ir apimentando aos poucos e observando as reações dela para saber se está curtindo ou não. Só fica a dica feminina: não seja “parado” demais. Mulher nenhuma perdoa falta de pegada! Pode até ser que não faça sexo selvagem agora, mas não deixe de mostrar do que você é capaz na cama! Seguem algumas dicas interessantes:

Massageie o ego primeiro

O sexo selvagem soa na cabeça de uma mulher como algo “você é irresistível e eu não consigo me conter diante de sua presença, por isso quero te devorar!” Mais ou menos isso… Secretamente toda mulher sonha com esta ideia de que é tão desejável aos olhos de seu homem que ele simplesmente não resiste aos seus encantos.

Segundo psicólogos, ser dominada coincide com a fantasia de se sentir irresistivelmente sexy. A mulher se sente mais do que poderosa pensando desta forma. Então antes de qualquer investida selvagem, experimente massagear o ego da parceira. Toda mulher adora ouvir o quanto é gostosa, tesuda, deliciosa ou qualquer outro termo estimulante que você inventar por aí! Se for dito ao pé do ouvido e num tom autoritário, melhor ainda… do tipo “Te prepara que hoje eu vou arrancar sua calcinha com os dentes, sua bandida! Você sabe me enlouquecer como ninguém!”

Um lembrete para você: o caminho do prazer para uma mulher começa pela mente, viu? Estimule primeiro a imaginação dela, depois o corpo. Vai por mim…

Acelere o ritmo

O sexo selvagem é um tipo de sexo que tem um ritmo muito maior do que o de um sexo normal. tudo é feito com mais força, mais vontade e muito mais acelerado, seja nos beijos ou na intensidade das preliminares. Não tem romance, nem “mimimi”! Tem tesão à flor da pele e aquele desejo incontrolável de “devorar” o outro, entende?

Beijos mais rápidos e mais fortes, tanto na boca quanto no corpo e as mãos passando pelos corpos também garantem mais intensidade. Mulher adora isso! Experimente sussurrar palavras obscenas ao ouvido dela com aquela voz rouca e sexy que você sabe fazer nestas horas. Mordidas e puxões de cabelo também são muito bem vindos nessa hora, pois demonstram poder. O poder que você tem sobre aquele corpo naquele momento.

Tenha o domínio da situação

O sexo selvagem normalmente é relacionado com jogos de poder entre o casal. O poder é altamente sexy! É comum que nesse tipo de sexo um dos parceiros seja dominado pelo outro e esse “desequilíbrio” de poder dá um novo ponto de vista para o sexo.

Normalmente, a mulher assume o papel da submissão, mas boa parte adora mandar no jogo. É  bom estar sempre aberto a essas mudanças de poder, para deixar o sexo mais justo e interessante também. Mas vamos falar de você agora, já que este texto é mais dedicado aos homens…

Puxões de cabelo, tapas na bunda e até mesmo na cara são ações que denominam o dominador. Mas só isso não basta! Tem que dominar a pessoa psicologicamente também. Você tem que ter autoridade suficiente para mandar na parceira sem ela questionar ou titubear. Firmeza na voz e atitudes, olhos nos olhos, poucas palavras e um ar misterioso são pontos importantes. Outra prática é a de colocar a submissa para baixo, seja segurando suas mãos ou amarrando elas, para que a pessoa não possa se mexer, ou ajoelhada aos seus pés para… (bem, você me entende!).

Outro fator excitante é amarrar (ou algemar) a parceira. Você “obriga ela a transar” (ressaltando: isso é um jogo consensual, ou seja, os dois concordam com as regras), logo ela não tem o menor controle sobre seus atos. A situação fica imprevisível! E a expectativa é um afrodisíaco infalível!

Não tenha pressa

Quando eu falo que “o homem tem que dominar” não estou me referindo que ele deve deixar-se dominar pelo seu próprio prazer e fantasias e esquecer que estão ali para agradar suas parceiras. Desse jeito o jogo perde a graça! Dominar sim, mas não esquecer que o sexo é via de mão dupla. Vocês aceitaram a brincadeira “mandar e obedecer”, mas desde que os dois tenham prazer nisso.

O sexo selvagem naturalmente está num ritmo mais acelerado, então é comum que o homem sinta vontade de gozar mais rápido do que em um ritmo normal. É bom saber controlar mais o seu tesão, prestar atenção ao seu corpo para não gozar tão cedo e estragar o momento para a mulher (fica a dica para o uso de gel retardante, que lhe dá mais tempo de ereção e permite aproveitar mais sua performance na cama).

Desculpe o trocadilho, mas se você realmente quiser deixar uma mulher louca na cama é gozar cedo demais e fazer o sexo acabar antes do que ela gostaria. Isso enlouquece mesmo! Só que de maneira negativa, óbvio!

Dê prazer a ela primeiro

Tudo o que foi dito anteriormente (ter domínio, não ter pressa, acelerar ritmo etc e tal) de nada vale se você não der prazer para ela primeiro. Ela sabe que é desejada, mas ela também quer ser plenamente satisfeita aos braços de seu homem. Por isso, amigo, preste atenção: bom desempenho na cama não significa quantas vezes você vai “meter forte” nela, nem é medido pelos puxões de cabelo e tapas na bunda ou cara de mau para representar seu lado animal. Um bom desempenho é saber dar prazer a ela PRIMEIRO e BEM FEITO, ainda que você esteja no papel de dominador. Um sexo oral no capricho ou uma massagem erótica diretamente nas suas áreas mais sensíveis garantem belíssimos orgasmos… Depois disso você pode ter o que quiser de uma mulher. Talvez até um “presente extra”.

Incentive seus instintos selvagem virem à tona de vez em quando. Este tipo de sexo realmente dá um “up” na relação! Permita-se sentir prazer da maneira mais primitiva que puder. E agora… ao ataque!!

Alesssandra A. – Blog Meus Fetiches
Fonte: adaptação blog Testosterona

Sobre o autor

Blog Meus Fetiches

Meus Fetiches Sex Shop On-line. Loja especializada em brinquedos eróticos, vibradores e produtos sensuais, além de dicas e novidades sobre Sexo, Fetiches. Apimente o seu relacionamento!

Adicionar comentário

FACEBOOK