Relacionamento

Seis dicas sobre como fazer Sexo a Três sem comprometer a relação

Você já usou produtos eróticos, já se inspirou em vídeos, contos, já usou mil e uma fantasias… Mas mesmo assim a relação parece estar estagnada? Muitos se perguntam o que fazer para apimentar a relação quando cai na rotina e a transa se torna apenas uma ação obrigatória entre o casal.

Não é raro um dos dois propor a ideia de realizar um sexo a três. Ultimamente esta prática vem ganhando fama em vídeos, redes sociais, blogs e isso vem despertando curiosidade em muitos casais.

Porém apesar do desejo, a grande maioria tem receio deste tipo de fantasia por conta das consequências (algumas negativas) para o casal. Realmente, se um dos dois não tem estrutura emocional suficiente para este tipo de brincadeira, melhor nem tentar.

Como fazer a prática sem comprometer o relacionamento? É possível “brincar” sem se envolver? Confira nossas dicas a seguir e depois converse com seu parceiro (ou parceira) sobre o assunto:

A decisão deve ser conjunta

Em primeiro lugar: Diálogo! Fazer Ménage deve ser algo que os dois queiram, seja por curiosidade ou prazer. Não faça apenas para agradar o outro, senão a situação será pior futuramente. Leve em consideração a sua vontade e desejo, não aquela “obrigação” subliminar (se não fizer com você, vai ser com outra pessoa).

Outra coisa: não faça surpresas a seu parceiro com uma terceira pessoa, seja homem ou mulher, sem ter certeza sobre o que ele pensa sobre isso ou sem conversar antes. Desejar é uma coisa, praticar é outra.

Lembre-se que a ideia do Menage tem que ser agradável aos dois. Claro que tudo deve ter um limite e ser conversado antes, por isso a importância do diálogo é fundamental. Independente de quem partir a ideia, decidir juntos se vale a pena ou não investir neste fetiche.

Deixe o tabu de lado

Você decidiram juntos que iriam fazer Menage. Ok! Vamos ao segundo passo: despir os preconceitos. Se você aceitou a brincadeira, deixe o puritanismo de lado. Este não é jogo para recatados. Sexo a três e conservadorismo simplesmente não combinam.

Não ter “nojinho”, dar liberdade ao outro para participar e principalmente não ficar com ciúme bobo são as principais regras. Por isso, permita-se fazer coisas que normalmente não faria. Entenda que aquele momento é dedicado a uma fantasia do casal e tudo pode acontecer. Quando todos participam de forma aberta e descontraída, a “brincadeira” fica muito mais prazerosa.

O problema do Ciúme

Terceiro ponto: Ciúme não combina com sexo a três! Se você é do tipo ciumenta, neurótica e possessiva, tire de cogitação a ideia do Menage. Ver a pessoa amada beijando e transando com outra mulher (ou homem) pode ser uma cena difícil de aceitar se a mente não está preparada.

Se preferir, converse com ele sobre essa leve insegurança para que ele esteja mais atento no dia e não a deixe de lado. Pensamentos como “eu não sou suficiente”, “ele gosta de fazer sexo mais com outras do que comigo” não devem passar pela sua cabeça, caso contrário, isso irá gerar brigas e até término.

Deve haver confiança mútua entre o casal e saber que aquilo é coisa de momento, puramente corporal, sem o envolvimento de sentimentos, apenas uma satisfação sexual momentânea. Entenda que a terceira pessoa envolvida vai ter relações com seu parceiro (ou parceira) e não se pode ter ciúmes. Lembre-se que você ACEITOU esta situação, logo estará sujeita aos fatos e consequências.

Ser autoconfiante é o segredo!

Quarto detalhe a ser levado em conta: Autoconfiança. Ser autoconfiante nestas horas é super importante para que a experiência seja positiva. O segredo está em apreciar seu verdadeiro valor. Você brilha quando assume seus medos, defeitos e as suas qualidades de cabeça erguida.  Exiba isto ostensivamente. E não tenha vergonha de ser quem é! Respeito e admiração virão naturalmente. As pessoas percebem uma pessoa “dona de si” de longe.

Sabe por que falamos isso agora? Porque um dos maiores medos no Sexo a três é o parceiro dar mais atenção a outra pessoa ou então sentir mais prazer com a terceira pessoa do que com você. Se a autoestima não está fortalecida o suficiente, com certeza poderá ficar abalada em algum instante.

Convenhamos… Tudo que é novo é mais excitante. O desejo e curiosidade pelo “elemento surpresa” será maior e você terá que aceitar esta premissa. Por isso é preciso que você confie no seu taco e jogue-se de cabeça nisso. Concentre-se em dar prazer ao seu parceiro na cama e também saiba aproveitar o momento com a outra pessoa junto com ele. Assim os dois sairão satisfeitos com esta experiência.

Como escolher a terceira pessoa

Quinta dica: como escolher a terceira pessoa. Eis uma questão que todos ficam em dúvida. Vamos dividir em três opções para ficar mais fácil e depois você decide com seu parceiro (ou parceira) o que fica melhor para o casal.

Uma pessoa conhecida é o primeiro pensamento, mas existem prós e contras. Escolher uma amiga ou amigo pode ser bacana porque já há intimidade e assim mais liberdade no sexo a três, mas esse mesmo motivo pode levar a um afastamento após o sexo e crises de ciúme por “motivos bobos”. Não é muito aconselhável.

Uma garota (ou garoto) de programa é outra sugestão. Ela (ele) está acostumada a dar prazer e tem um vasto repertório de técnicas sexuais. O relacionamento seria estritamente “profissional”, limitado apenas a atender aos desejos sexuais do casal.

Uma terceira opção seria buscar uma pessoa na internet, em sites específicos que queira o mesmo que vocês mas que não seja profissional do sexo. Desta forma poderá haver uma participação completa de todas as partes, sem gerar constrangimentos no futuro.

Quem sabe ir aos poucos…

E por último, uma sugestão: vivencie o Menage aos poucos. Como assim? Bem, o casal pode convidar uma terceira pessoa apenas para observar vocês dois. Ele pode se masturbar enquanto assiste os dois fazendo sexo. Em outra oportunidade, pode avançar para um dos dois do casal participar com a outra pessoa enquanto o outro assiste, até chegar ao momento em que os três participam e trocam de parceiros entre si.

Esperamos ter auxiliado você em suas principais dúvidas. Mesmo assim, se alguma coisa a perturba diante desse assunto, foco na primeira e mais importante dica: Diálogo! Nenhuma técnica substitui o bom entendimento entre o casal sobre aquilo que ambos desejam. Aceitar aqui, impor ali, mas chegar num acordo sempre!

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.

Sobre o autor

Blog Meus Fetiches

Meus Fetiches Sex Shop On-line. Loja especializada em brinquedos eróticos, vibradores e produtos sensuais, além de dicas e novidades sobre Sexo, Fetiches. Apimente o seu relacionamento!

Adicionar comentário

Receba nossas Novidades por E-mail

Newsletter
Email *