Fetiches

Pet Play: fetiche por se comportar como animal de estimação

Você já ouviu falar de Pet Play? Saiba que no mundo erótico, Pet Play é um jogo onde uma ou várias pessoas assumem o papel de um determinado animal, usando acessórios relacionados e assumindo o comportamento associado ao animal escolhido para viver sua play.

Nessa prática fetichista derivada do BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo), a pessoa submissa é transformada em animal de estimação e obedece um dominador. Apesar de ser um jogo erótico, não necessariamente envolve praticas sexuais. O jogo não tem necessariamente que envolver contato sexual de qualquer tipo.

Esse jogo é bem abrangente e possui tantos limites e fronteiras quanto os participantes desejam que tenha. Normalmente esses jogos são uma combinação de disciplina, controle e adoração.

De acordo com os adeptos do Pet Play, o comportamento pode ir desde um simples afago em troca de lambidas à humilhação e palmadas “corretivas”. Miar, latir, relinchar. Vestir orelhas de gato, coleira de cachorro, rabo de pônei. Ficar de quatro, comer num pote de ração, dar a patinha e atender outros comandos do “dono”. Tudo isso faz parte do Pet Play, também conhecido por nomes como Dog Play, Kitten Play, Ponysm etc. Os pets que são mais comuns como Canídeos (cachorro, lobo), Felinos (gato, pantera) ou Equinos (pôney, égua).

No seu aspecto físico e emocional, esse jogo assemelha-se a todas as outras atividades envolvidas no Universo BDSM e, assim como os demais, ser consensual é primordial. Ou seja, os dois devem estar de acordo e cada um deve interpretar o seu papel.

O papel de cada um

but-plug-tail-2É primordial que os dois se conectem de corpo e alma para entrar no papel. O Pet Play envolve principalmente o controle psicológico, por isso trabalhar com a mente é a primeira ferramenta a ser utilizada.

O Dominador precisa pensar nas brincadeiras para entretenimento e também providenciar acessórios e roupas que irão ajudar a completar a fantasia de sua pet. Além disso, terá que adestrar, alimentar, cuidar e educar seu animalzinho levando em conta as características do animal verdadeiro.

Cabe à submissa (ou submisso) escolher o animal que se identifica e agir como tal, dentro do contexto erótico. O papel desempenhado pela de Pet não é diferente de um animal de estimação que recebe recompensa por bom comportamento e castigo por comportamento incorreto. Também obedece a sinais de comando, segue as regras e faz tudo que seu dono quiser. Ao agir no papel de um cachorrinho ou um gatinho uma pessoa dá o controle completo sobre a outra, enquanto que ao dono só cabe esperar receber o amor incondicional e obediência de seu animal.

A caracterização pode envolver fantasias, maquiagem e acessórios óbvios como uma guia de passeio e coleiras. Sex shops vendem os chamados plug tails. São “caudas” ou “rabos”, em diversos materiais e formatos, para penetrar no ânus do (a) submisso (a).

Como brincar de Pet Play

but plug tailRestringir os movimentos de pés e mãos, restringir a fala, usar acessórios adequados facilitam essa imersão no papel do animal em questão, além de tornar o jogo muito mais interessante.

O dono deve ensinar sua pet a andar corretamente, manter suas mãos fechadas em formato de pata, não arrastar as pernas no chão, mas sim levantá-las e fazer com que ela mantenha o seu comportamento o mais semelhante possível do animal escolhido.

A comunicação pode ser através de ordens diretas, sons e gestos, sejam de carinho ou castigo. A alimentação pode ser diretamente na mão do dono, pode-se incluir até banho da pet durante os jogos eróticos, resultando numa perfeita encenação de ambos. Confira algumas dicas práticas para brincar de pet play com sua pet:

  • Deixar a pet percorrer cada canto da sala ou quarto com intenção de reconhecer cheiros (incluindo o cheiro de seu dono);
  • Vendar ela e deixar presa à guia / coleira e fazer ela repetir o processo acima;
  • Recompensar ela com mimos ou carinhos quando obedecer suas ordens;
  • Balançar o rabinho (se estiver usando plug com cauda) na sua frente;
  • O dono pode estimular a região anal da pet com o próprio plug tail, com movimentos entra-e-sai, para que depois ele seja atendido em seu maior desejo.
  • E tantas outras pequenas brincadeiras que os dois podem criar.

Verdade seja dita… é realmente incrível, quanto à personalidade de uma pessoa pode mudar enquanto eles estiverem representando ser um animal de estimação. A namorada séria pode se transformar em um gatinha brincalhona e indisciplinada, um marido tranqüilo pode se transformar em um cachorro que gosta de fazer muitas peraltices. A viagem em si, conforme relatada pelos participantes é incrível!

Então… o que achou deste jogo? Gostaria de experimentar?

Para saber um pouco mais sobre o tema, confira também o texto Quer brincar de Pet Play? aqui em nosso blog.

Alessandra A. – Blog Meus Fetiches

Fonte: site Porta BDSM, Descobrindo o BDSM

Sobre o autor

Blog Meus Fetiches

Meus Fetiches Sex Shop On-line. Loja especializada em brinquedos eróticos, vibradores e produtos sensuais, além de dicas e novidades sobre Sexo, Fetiches. Apimente o seu relacionamento!

Adicionar comentário

Receba nossas Novidades por E-mail

Newsletter
Email *