Início » Orgasmo Feminino: ideias para alcançar o clímax mais rápido
Dicas de Sexo Sexo

Orgasmo Feminino: ideias para alcançar o clímax mais rápido

Não existe fórmula mágica para alcançar orgasmos num piscar de olhos… E não diga que “depende do homem” com quem estamos porque nós, mulheres temos uma grande parcela de responsabilidade neste caso.

Muitas mulheres reclamam que não conseguem chegar ao orgasmo ou então que demoram muito para “chegar lá”. Ansiedade, preliminares insuficientes e até mesmo um parceiro apressadinho estão entre os fatores mais citados quando se faz este tipo de pergunta. E pesquisando umas dicas aqui, outra sugestão ali com nossas seguidoras, reunimos algumas ideias gostosas para que se possa chegar ao clímax mais rápido. Nada de “psicologia ou sexologia”, apenas sugestões na prática, ditas por quem já passou por esta situação.

O casal deve trocar ideias

Não há nada melhor que um casal em plena sintonia, não é? Quando os dois sabem os caminhos a percorrer até chegar à “Orgasmolândia” tudo fica mais fácil. Que tal extravasar todo o prazer com palavras? Conversem! Troquem ideias! Se não consegue fazer isso de maneira indireta, então aproveite a cena de um filme para comentar, ou um post da Meus Fetiches para discutir o assunto… Ou visitem nossa Loja, né? Quem sabe leiam juntos um conto erótico?

No momento que os dois verbalizam suas fantasias um para o outro, passam a se conhecer melhor e o casal se dispõe a experimentar novas sensações. Chegar ao orgasmo deixa de ser uma questão mecânica e do corpo. O sexo começa primeiro na mente! E para deixar esse papo ainda mais gostoso, nossa sugestão é falar estes assuntos ao pé do ouvido… Quase sussurrando! Garantimos: esse é um ótimo estímulo!

Abuse das Fantasias Sexuais

A fantasia sexual não precisa se restringir somente ao momento do sexo. Ela pode fazer parte do dia a dia do casal. Um simples “faz de conta” de vez em quando estimula a criatividade e também torna o cérebro mais receptivo ao prazer. Entrar no papel de um personagem permite que a pessoa realize ações que não faria normalmente em outra situação. Crie o hábito de mentalizar fantasias sexuais durante a transa ou dia a dia. Se você não tem o costume de fazer isso, tente ler alguns livros eróticos para os termômetros subirem.

Inspire, Respire e não Pire!

Preparar-se mentalmente para o sexo é o primeiro passo. Agora o importante é não deixar a ansiedade tomar conta e relaxar o corpo. O orgasmo é uma série de contrações musculares rítmicas e, para atingi-lo, é necessário que os músculos estejam suficientemente oxigenados. Mas o que acontece muito por aí é que muitas mulheres “bloqueiam” a respiração, o que impede que a excitação evolua até chegar ao clímax. Ficam naquela expectativa “vem, orgasmo.. vem, orgasmo” e ele não aparece de jeito nenhum. Simples: relaxe! Por mais que você esteja subindo pelas paredes de tesão, não se esqueça de respirar! Procure se concentrar tão somente naquele instante e nada mais.

De olho na posição das pernas

 Quando a gente conhece nosso corpo e todas as sensações que ele pode proporcionar, fica muito mais fácil chegar ao caminho do prazer. Isso vai depender de mulher para mulher. Tem algumas que conseguem atingir o orgasmo com as pernas bem abertas. Outras preferem fechar e pressionar as pernas para sentir melhor a penetração. A posição das pernas influencia bastante neste ponto. Mas enquanto você não sabe qual é a sua posição “certa”, melhor ir testando…

Explore o Kama Sutra

Quando perguntam “qual é a melhor posição para gozar” a resposta é a seguinte: isso depende bastante da anatomia do corpo de cada mulher. Para algumas, é melhor gozar deitada; para outras pode ser de lado, em pé, de ladinho… Outro fator que influencia são as áreas estimuladas que podem variar de acordo com sua escolha. Uma dica gostosa é praticar todas as posições possíveis para fins de pesquisa pessoal… Então vale comprar aqueles baralhos eróticos com posições de Kama Sutra para se inspirar nos malabarismos.

Mexa-se!

Você é daquelas que fica parada esperando o prazer cair na cama? Não espere por isso! O melhor é se envolver, participar, ir pra cima, sabe? Caso contrário, fica mais difícil descolar alguns orgasmos. Quem tem dificuldades e se sente meio “dura” pode apostar em aulas de dança do ventre, por exemplo. Até treinar funk no colo dele está valendo! É tiro e queda para conquistar flexibilidade. O segredo é rebolar!

Defina o ritmo

Você tem que achar o SEU RITMO. Há quem prefira movimentos rápidos, mas há também quem adore um “vai e vem” gostoso, mas lento e constante. Isso também depende de cada mulher. Certifique-se de que você e seu par estejam totalmente sintonizados. Não adianta você ser agitada na hora do sexo e ele… devagar, quase parando! Para isso, é essencial que compartilhem o que mais agrada cada um – assim, todos saem ganhando!

Estimule o clitóris

Apenas 30% das mulheres afirmam conhecer o orgasmo vaginal. Entre elas, 50% dizem precisar de estimulação no clitóris para gozar – e não há absolutamente nada de errado nisso! Ele é o órgão-chave do prazer feminino e você deve aproveitar ao máximo os benefícios que o clitóris oferece. Se não sabe como fazer, que tal começar treinar agora? Ou acrescentar um estimulador de clitóris durante a transa? Também ta valendo!

Carícia nos seios

Eis uma carícia que turbina qualquer relação sexual! Peça para o(a) parceiro(a) acariciar seus seios, especialmente ao redor dos mamilos. Se for com a língua, melhor ainda! Esse estímulo favorece o transporte da oxitocina no sangue, o hormônio responsável pelo orgasmo. Isso não só vai levar você ao êxtase num vapt-vupt como seu(sua) gato(a) também. Experimente esta técnica combina com a anterior (estimular clitóris)… é orgasmo na certa!

Fortaleça o períneo

Se seus músculos são lentos, eles farão um grande esforço para responder à excitação, dificultando a chegada do orgasmo – a não ser que a estimulação seja muito intensa e longa. Logo, é importante tonificar o períneo (músculos que sustentam os órgãos pélvicos), contraindo-o e relaxando a região repetidas vezes. Ou praticar o Pompoarismo! A contração dos músculos vaginais aumentam a circulação sanguínea na região e consequentemente estimula excitação.

Treine sozinha (leia-se: masturbe-se!)

Mulheres que se masturbam sozinhas têm maior facilidade em ter orgasmos numa relação a dois. Essa prática é eficaz mesmo: terapeutas a prescrevem frequentemente como um exercício para facilitar o acesso à total satisfação sexual. Afinal, você é responsável pelo seu prazer! E nada melhor do que você mesma para achar este caminho mais rápido e fácil, não é? Então, lembre-se sempre que essa prática “solitária” é um passo em direção ao prazer partilhado.

Esta matéria encontramos no site Tao Feminino.

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.
E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Sobre o autor

Blog Meus Fetiches

Meus Fetiches Sex Shop On-line. Loja especializada em brinquedos eróticos, vibradores e produtos sensuais, além de dicas e novidades sobre Sexo, Fetiches. Apimente o seu relacionamento!

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário