Curiosidades Sexo

A História do Motel

O motel faz parte do imaginário brasileiro e está associado a encontros amorosos que vão mais além do que um simples beijo.

A história do motel remonta a 1925, quando o arquiteto norte-americano Arthur Heineman projetou um hotel destinado a motoristas, ao lado da rodovia que liga São Francisco a Los Angeles, na Califórnia, nos EUA. Como o público-alvo do estabelecimento eram pessoas que viajavam de carro, Heineman juntou os primeiros fonemas de “motor” (de carro) aos últimos de “hotel”para compor o nome de seu projeto: Milestone Motel (atualmente Motel Inn). A designação acabou sendo adotada por outros estabelecimentos do gênero.

O estabelecimento oferecia quarto, banheiro e estacionamento com preços convidativos, além de ser afastado do centro da cidade. Não demorou para que amantes se aproveitassem dessas características e se encontrassem às escondidas. E a história do motel não para por aí, o conceito se espalhou e chegou a terras brasileiras.

O Motel no Brasil

No Brasil, os motéis surgiram como locais para encontros amorosos na década de 1960, pois os hotéis não permitiam as estadias de curta permanência. Houve casos em que a polícia da Delegacia de Costumes vigiava um casal e controlava o tempo que permaneciam em um hotel. Caso fosse muito curto, os amantes e o estabelecimento eram autuados, por cometerem crimes contra os bons costumes. Para fugir à vigilância policial, empresários do ramo foram buscar inspiração nos Estados Unidos.

O início da história do motel no Brasil é a construção de um estabelecimento em uma estrada no município de Itaquaquecetuba, em São Paulo, o Monte Belo Country Club.

Leia também: 
– A história do Strip Tease
– Como surgiu a camisinha?
– Vibrador: quem inventou esta ideia

Em 1968 Cervando Fernades Dávila, o Pepe, inaugurou o primeiro motel de São Paulo, localizado na R. Ferraz de Vasconcelos em Itaquaquecetuba. Logo que surgiu o Playboy teve de se transformar em um clube, para despistar a polícia responsável por manter a moral e os bons costumes.

Foi só na década de 80 com o afrouxamento da fiscalização sua casa foi aberta para o público em geral e viu as filas de carros lotarem a porta do motel. Os motéis então adquiriram a característica de meios de hospedagem para encontros de casais, além da hospedagem de viajantes.

História do Motel é mais antiga do que se imagina

Ao contrário do que se imagina, o motel destinado a encontros amorosos teve origem no Japão, durante o período Edo (1600-1868). O estabelecimento era tão comum naquela época que as cidades japonesas tinham cinco ou seis hotéis do gênero – Tóquio tinha mais de 60. Na época, os casais eram recebidos por uma funcionária que lhes servia chá e bolo e preparava um banho para eles. Atualmente, o Japão é o maior mercado de motéis do mundo, que levam o nome de Love Hotels.

Hoje em dia

Desde que as redes internacionais de hotéis chegaram ao Brasil, no fim da década de 90, a oferta de hoteleira de qualidade por preços menores, sobretudo nos finais de semana, aumentou sensivelmente. Para os clientes passou a valer mais a pena se hospedar por 24 horas em um hotel bem localizado, ambiente clean e lençóis cheirosos do que ter de enfrentar filas na beira de estrada ou marginais para passar três ou quatro horas em um quarto onde ja estiveram ou ainda estarão outros vários casais naquele mesmo dia.

Uma das tendências hoje é a diminuição do erotismo nas suítes e criar apartamentos que poderiam tranqüilamente estar na casa de um executivo solteiro classe A. Hoje o motel é um local para se hospedar como outro qualquer.

Fonte: Revista Galileu – G1

Sobre o autor

Blog Meus Fetiches

Meus Fetiches Sex Shop On-line. Loja especializada em brinquedos eróticos, vibradores e produtos sensuais, além de dicas e novidades sobre Sexo, Fetiches. Apimente o seu relacionamento!

Adicionar comentário