Início » A diferença entre Fetiche e Fantasia Sexual
Curiosidades Sexo

A diferença entre Fetiche e Fantasia Sexual

Quando se fala em fetiche, muita gente confunde com fantasia sexual. Ou então interpretam o termo de uma maneira errônea que acabam se confundindo. Que tal a gente matar essa curiosidade agora? Vamos lá!

Fantasias sexuais são todas aquelas situações que a gente imagina para apimentar a vida sexual. Sabe aquelas vezes que você brinca com seu parceiro representando uma personagem? Por exemplo, você é a colegial e ele é o professor… Na verdade nada disso é verdade, mas os dois fingem que são e a situação se torna real.

A fantasia sexual introduz o desejo ou objeto incomum na vida das pessoas. O gosto pelo “proibido” e imaginar coisas que não faria na realidade são pontos de gatilho para acender a chama de muitos casais. Do ponto de vista médico e psicológico, estas fantasias, desde que aceitas em comum acordo, não trazendo situações de risco e não sendo a única forma de ter prazer, não constituem problema.

Fica um caso a se pensar quando um dos dois passa a depender somente de um tipo de fantasia para ter desejo sexual. Com isso, a pessoa acaba se limitando sexualmente, fazendo com que tenha dificuldades em encontrar parceiros que concordem com suas ideias.

Enquanto a fantasia trabalha com a imaginação, o fetiche é mais focado no objeto em si. Um fetiche é toda aquela fixação por um objeto (roupa, acessório, sapato etc.), um comportamento (ser dominado, por exemplo) ou uma parte do corpo que desperta maior desejo sexual (gostar muito de pés e mãos).

Uma pessoa fetichista fica excitada ao ver um objeto específico. Pode ser uma calça, calcinha, luva, sapato ou até mesmo um material específico, como por exemplo, o couro, látex, pele ou pelúcia. Geralmente estes objetos estão associados à sensação de carinho e intimidade e remetem às mais loucas fantasias sexuais. Ou seja, o fetiche faz parte de uma fantasia, mas não é a fantasia propriamente dita.

Ou então a pessoa tem um desejo incontrolável por determinada parte do corpo, como é o caso dos podólatras (pessoas que se excitam com pés). A pessoa curte ver, beijar, sentir, tocar os pés. Para ela, isso lhe faz bem. Mas também não confunda o fato de alguém gostar muito desta prática com um fetiche. Num fetichista este desejo é muito mais forte.

Ruim é quando alguém depende exclusivamente do fetiche para se realizar sexualmente, assim como é o caso das fantasias sexuais. Desse jeito, pode estar enfrentando uma parafilia (desvio sexual).

A palavra “parafilia” vem do grego e significa “lado a lado” e “amor”, ou seja, é uma forma de amor paralela às comuns. Neste caso, o prazer pode ficar dependente de uma situação e pode-se perder o controle sobre o desejo. Nem sempre há espaço para outro parceiro na parafilia, pois a pessoa está tão envolvida com suas vontades secretas que acaba deixando de lado o envolvimento afetivo. Geralmente quando chega neste estágio, se torna um distúrbio que, muitas vezes, necessita de um tratamento específico.

Agora você já sabe a diferença entre os termos, não é? Fantasias e fetiches todos nós temos. Não importa se o desejo vier através da imaginação ou objeto, o importante é vivenciar o sexo em sua plenitude da forma que mais lhe dê prazer. Desde que seja praticado de maneira segura, saudável e consensual… É só relaxar e aproveitar.

Autoria: Alessandra A. – Blog Meus Fetiches
Fonte: Livro Guia dos Curiosos – Marcelo Duarte e Jairo Bouer / Editora Panda Books

Gostou deste texto? Fique à vontade para comentar!
Visite também nossa página no FACEBOOK e nos acompanhe no INSTAGRAM.
Convidamos você a fazer parte de nossa Lista de Transmissão e receber diariamente dicas e novidades de nossa Loja Virtual. Entre em contato conosco pelo número: (11) 94392-4247  para ser adicionado em nossa Lista Vip.
Caso esteja lendo este texto pelo celular, CLIQUE AQUI e fale diretamente conosco.
E-book Contos Fetiche: Histórias Deliciosamente Reais

Sobre o autor

Alessandra Amaral

Olá, sou Alessandra, criadora da Meus Fetiches, blog que fala de sexo, produtos eróticos e relacionamentos. Acredito que o sexo precisa ser mais explorado, por isso me especializei na área de produtos eróticos para auxiliar homens e mulheres a terem uma vida sexual mais intensa e gostosa.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário